Imagem 1

Luciana Sérvulo da Cunha: eventos culturais para comemorar lei Paulo Gustavo no Vale do Ribeira (SP).

Luciana Sérvulo da Cunha: eventos culturais para comemorar lei Paulo Gustavo no Vale do Ribeira (SP).

Novo coletivo de cultura chamado “Artes, Culturas e Cidadania” formado por cerca de 40 fazedoras e fazedores de cultura, liderado pela documentarista, produtora e gestora cultural Luciana Sérvulo da Cunha, organizou eventos culturais em Pedro de Toledo para os próximos três sábados de agosto, começando em 12/08 com o “Mutirão Praça Viva. Pela Cultura, Memória…

Cidade do interior de SP realiza eventos culturais para comemorar lei Paulo Gustavo

A Lei Paulo Gustavo mostra que tem fôlego para causar uma reviravolta cultural nas cidades brasileiras e na forma de se fazer política. Um exemplo é o município de Pedro de Toledo, a 142 quilômetros da capital São Paulo, com apenas 11,4 mil habitantes, quase 70% de população urbana e 31% rural. Após se habilitar para a lei Paulo Gustavo com um plano de ação e a assinatura de um Termo de Adesão entre a administração local e o Ministério da Cultura, a cidade receberá R$ 120 mil. O valor é superior ao orçamento da Prefeitura para o setor de Cultura neste ano, de R$ 86 mil reais. Os recursos devem aportar no município ainda neste mês.

A cidade fica no Vale do Ribeira, conhecida como “a região mais carente do Estado mais rico do Brasil”, diz Luciana, que indica outro complicador: “A região é muito conservadora politicamente e nos últimos anos, as comunidades locais indígenas, caiçaras e quilombolas sofreram cortes e retaliações”, relata, e lamenta que “a cultura, vista como economia e investimento, inexiste na cidade, sem teatro, sem cinema, nada”. Daí a importância dos recursos da Lei Paulo Gustavo e da organização do coletivo de cultura para que a cidade seja incluída na iniciativa do governo federal.

Veja Também:  UnB concede diploma a Honestino Guimarães, ex-presidente da UNE morto pela ditadura militar

Um dos objetivos é restaurar edificações de Pedro de Toledo e criar espaços culturais, como uma das praças principais que está abandonada e um barracão da antiga estação ferroviária da Fepasa para criar um cinema, por exemplo, em uma ação orquestrada com outros coletivos de cultura e as cidades próximas, que também tem áreas e casarões de antigas estações de trem fechados e sem uso. Esses projetos culturais encontram resistências na região, mas o novo coletivo de cultura está disposto a encampar essa batalha pela cultura, memória e preservação de nossa história.

Os eventos serão realizados na praça da cidade e começam neste sábado (12/08) com um semear de plantas e uma oficina de circo. No dia 19/08, está programado um sarau de poesia e apresentação de um grupo de dança com mulheres da terceira idade. Dia 26/08 haverá um cinema a céu aberto com a apresentação do filme “Hijos de la Revolución”, longa-metragem realizado por Luciana Sérvulo da Cunha com artistas cubanos em 2020 sobre as recentes mudanças no país pelo viés cultural. Trailer https://vimeo.com/328724528

Tagged: , , , ,

Leave comment