BAHIA: Governo presente cuida da gente

Guaíba transborda e invade centro histórico de Porto Alegre; Governo federal adia ‘Enem dos concursos’

Guaíba transborda e invade centro histórico de Porto Alegre; Governo federal adia ‘Enem dos concursos’

TRAGÉDIA NO RS

O governo federal decidiu adiar nesta sexta-feira (3) em todo o país as provas do Concurso Público Nacional Unificado, o ‘Enem dos concursos’, marcadas para o próximo domingo, devido às fortes chuvas no sul do país. A ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, e o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta, anunciaram oficialmente o adiamento.

As inundações e deslizamentos de terras causados pelas fortes chuvas no estado do Rio Grande do Sul já deixaram ao menos 40 mortos, 74 feridos e 68 desaparecidos. Comunidades estão isoladas devido ao aumento contínuo do nível da água, agravado pela ruptura de barragens, como a estrutura danificada sobre o rio das Antas, em Cotiporã. Na TV e nos sites de notícias, imagens revelam a extensão do desastre, com grandes áreas submersas, pontes e estradas destruídas, e dramáticas operações de resgate.

A água invadiu as ruas do centro histórico de Porto Alegre, e a capital enfrenta a possibilidade de uma inundação histórica devido ao rápido aumento do rio Guaíba, enquanto muitas outras áreas permanecem sem acesso a suprimentos e serviços essenciais. “O Guaíba já está em 3,36 metros e subindo 8 centímetros por hora. Nessa madrugada ele já vai chegar a 4 metros, um patamar que nunca vimos. Nossa equipe já fala em 5 metros. Seria maior que a enchente de 1941”, declarou o governador do estado Eduardo Leite, em alusão à maior inundação já testemunhada na cidade.

A resposta às emergências está em curso, embora a magnitude do desastre dificulte os esforços de socorro.  O governo federal mobilizou recursos, incluindo aeronaves, veículos e equipes das Forças Armadas, para ajudar nas operações de resgate e fornecer assistência às vítimas. No entanto, cortes no fornecimento de energia elétrica e água afetam centenas de milhares de pessoas.

Essa tragédia é a segunda a atingir o estado em pouco tempo, destacando os crescentes desafios enfrentados devido aos fenômenos climáticos extremos, exacerbados pelo aquecimento global e pelo fenômeno El Niño (Correo, La Nación, El Diario AR, Agência EFE, El Observador, Página/12).

*Serviço: Doe para as vítimas do RS (clique aqui).

LIVRE DA AFTOSA

O governo federal anunciou nesta quinta-feira (2) que, depois de cinco décadas, o Brasil está livre da febre aftosa sem vacinação em todo o seu território, “um passo importante” – nas palavras do ministro da Agricultura e Pecuária Carlos Fávaro -, já que o país é o maior exportador mundial de carne bovina.

De acordo com especialistas, o novo status sanitário abrirá portas para mercados de alto valor comercial. O governo destacou que a conclusão bem-sucedida do programa de erradicação da febre aftosa é resultado de um esforço conjunto ao longo de mais de 50 anos. Agora, mais de 244 milhões de animais em 3,2 milhões de propriedades deixarão de ser vacinados, resultando em uma economia de custos considerável. 

Veja Também:  Presidente Lula, não morda essa isca, mesmo que ela se multiplique. Ouça o Podcast.

Acompanhado do vice-presidente Geraldo Alckmin, o ministro Fávaro enfatizou que a conquista coloca o Brasil em um novo patamar no cenário internacional, permitindo acesso a mercados exigentes e lucrativos, como Japão e Coreia do Sul. Também presente na cerimônia declaratória, vice-presidente 

Alckmin expressou otimismo sobre a abertura de novas oportunidades comerciais e o aumento do preço das exportações. “Hoje é um dia histórico, porque sempre o Brasil sonhou em ser um país livre de febre aftosa sem vacinação, que é um estágio extremamente elevado de sanidade animal e de boa defesa agropecuária”, pontuou.

O próximo passo é o reconhecimento oficial pela Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA), o que é esperado para acontecer em breve, após a apresentação da solicitação pelo governo brasileiro em agosto de 2024.

Nesta sexta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva solicitou ao primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, que as relações comerciais entre os dois países sejam equilibradas e que o Japão permita a importação de carne bovina brasileira” (La Nación, Agência EFE).

LIBERDADE DE IMPRENSA

Apesar da tendência de queda dos países de língua portuguesa no Índice Mundial da Liberdade de Imprensa, Brasil, Angola e Portugal se destacaram de maneira positiva por contrariar este movimento, de acordo com o relatório divulgado pela organização Repórteres Sem Fronteiras. 

Portugal subiu para a 7ª posição da lista, reintegrando o grupo de oito nações com uma situação considerada muito boa em termos de liberdade de imprensa, enquanto Timor-Leste e Cabo Verde tiveram uma queda acentuada no ranking. 

Depois de um período difícil para o seu jornalismo, o Brasil conquistou uma melhoria significativa ao subir dez posições na classificação. Angola, anteriormente o país de língua portuguesa com a classificação mais baixa, também experimentou uma notável ascensão, subindo 21 lugares no índice. 

A China, que inclui a região de Macau, continua entre os países com classificação mais baixa no índice, apesar de uma leve melhoria em sua posição (O Guardião).

MORAES MANDA SOLTAR MAURO CID

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou nesta sexta-feira (3) a libertação do ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, tenente-coronel Mauro Cid. A decisão foi do ministro Alexandre de Moraes, que conduz os processos contra Bolsonaro e aliados no STF.

A libertação de Cid ocorre exatamente um ano após sua primeira prisão, em 3 de maio de 2023, por envolvimento em um plano de Bolsonaro para promover um golpe de Estado em 2022, após sua derrota nas eleições. 

Além disso, dentre outras acusações, o militar foi preso por supostamente planejar e executar a falsificação de cartões de vacinação de sua família e do ex-presidente, incluindo de forma fraudulenta a vacina contra a Covid-19 no documento, para que pudessem entrar nos EUA (Correio da Manhã).

NEONAZI ‘MIÚDO’

Um adolescente português de 17 anos foi preso preventivamente por liderar um grupo online com ideologias nazistas e incitação à violência. A Polícia Judiciária (PJ) portuguesa revelou que o grupo planejava transmitir ao vivo o assassinato de um mendigo no Brasil, cobrando para que as pessoas assistissem ao crime. 

O diretor da PJ, Luís Neves, ressaltou que o grupo, formado por jovens extremistas, já havia se envolvido em outros atos violentos, como um tiroteio em uma escola em São Paulo, onde uma estudante perdeu a vida, e um caso em que um adolescente foi instruído a atear fogo em seus próprios colegas. O jovem deitido orientava os membros do grupo sobre como realizar os ataques e qual indumentária usar.

A prisão é parte de um esforço conjunto para conter o extremismo na Internet e prevenir tragédias semelhantes no futuro. Neves também destacou a importância da cooperação internacional para desmantelar essa rede (Público, Correio da Manhã).

*Imagem em destaque: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Tagged: , , , , , , ,