BAHIA: Governo presente cuida da gente

Fundo da Arábia Saudita planeja investir US$ 15 bilhões no Brasil

Fundo da Arábia Saudita planeja investir US$ 15 bilhões no Brasil

O Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita (PIF) pretende investir cerca de US$ 15 bilhões no Brasil, em áreas como hidrogênio verde, infraestrutura e energia renovável, disse o ministro de Energia Alexandre Silveira em um evento no Rio de Janeiro. Silveira afirmou que os planos foram compartilhados pelo PIF durante reuniões com autoridades do governo brasileiro, entre eles o presidente Lula. Ele não forneceu detalhes sobre quando os investimentos seriam feitos. Uma joint venture da PIF e da Saudi Arabian Mining Company concluiu em abril a aquisição de 10% da unidade de metais básicos da mineradora brasileira Vale, abre nova aba. Uma subsidiária da PIF também tem uma joint venture com a processadora brasileira de frangos e suínos BRF, para fabricar produtos de aves na Arábia Saudita. (Reuters)

Sob o tema “Investir em Dignidade”, o FII Priority Summit, evento que reúne líderes mundiais e executivos, chega ao Brasil com o intuito de debater temas como transição ecológica, tecnologia e inovação e inclusão social. Organizada pelo Future Investment Initiative Institute, entidade sem fins lucrativos com recursos do Fundo de Investimento Público (PIF) da Arábia Saudita, a cúpula está sendo realizada dos dias 11 a 13 de junho, no Rio de Janeiro. O presidente Lula discursou nesta quarta-feira no evento.

PF X MINISTRO

A Polícia Federal acusou formalmente o Ministro das Comunicações, Juscelino Filho, de corrupção passiva e outros crimes, segundo fontes informaram nesta quarta-feira, tornando-o o primeiro membro do atual gabinete do presidente Lula a enfrentar tais alegações. A polícia investigou o ministro em uma apuração de suposta corrupção na Codevasf, agência de desenvolvimento ligada ao governo para a região do São Francisco e do Parnaíba, no nordeste do Brasil. O ministro negou em uma declaração qualquer irregularidade, chamando a investigação da Polícia Federal de ter sido realizada com motivação política. No Brasil, a polícia pode fazer acusações com base em suas investigações antes que os promotores públicos apresentem acusações nos tribunais. De acordo com duas pessoas familiarizadas com o assunto, que pediram anonimato para discutir a investigação, o ministro foi formalmente acusado de aceitar subornos, lavar dinheiro e participar de uma organização criminosa, abrindo a porta para acusações criminais. (Reuters)

A acusação da PF foi amplamente divulgada pela imprensa brasileira, com destaque.

FUGITIVOS NA ARGENTINA

O ex-vice-presidente de Jair Bolsonaro e senador Hamilton Mourão pediu ao governo de Javier Milei que conceda asilo político aos 60 fugitivos brasileiros que cruzaram para a Argentina para escapar da justiça pelo ataque aos três poderes em Brasília em 8 de janeiro de 2023, uma situação que ameaça se tornar uma crise diplomática entre os dois países. Mourão questionou o sistema judiciário brasileiro, assim como Bolsonaro também o criticou na época em que era presidente, quando processos contra ele estavam em andamento. “A ida dos condenados e investigados pelos atos de 8 de janeiro para a Argentina só mostra que essas pessoas não confiam mais na Justiça brasileira, que lhes negou os direitos básicos do devido processo legal e impôs penas desproporcionais em relação aos crimes supostamente cometidos”, escreveu Mourão em sua conta no X. Como explicou um diplomata sênior ao jornal O Globo, “os brasileiros que buscam refúgio na Argentina terão dificuldade em provar que são perseguidos políticos; se o governo de Milei aceitar o asilo mesmo com argumentos inconsistentes, as relações bilaterais poderão sofrer um golpe”. O texto foi publicado pelo argentino La Nación na terça-feira e republicado nesta quarta-feira pelo site latino Nodal.

A justiça anulou uma das duas condenações de Jair Bolsonaro pelo uso eleitoral das comemorações do Bicentenário da Independência, em 2022, mas o ex-presidente continua impedido de participar em eleições até 2030. O juiz Raul Araújo, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu a 5 de junho anular a sentença contra Bolsonaro e o antigo ministro Walter Braga Netto, informou na terça-feira à noite a agência de notícias pública Agência Brasil, republicada pelo português Expresso.

Veja Também:  Bolsonaro é destaque na mídia externa com facada e corrupção

O português Correio da Manhã também publicou a anulação.

CHOMSKY NO BRASIL

Noam Chomsky sofreu um derrame e está se recuperando no hospital em São Paulo, segundo confirmou sua esposa. O famoso linguista de 95 anos não é visto em público desde junho do ano passado, e muitos comentaram sobre o peso de sua ausência no debate mais amplo sobre a guerra em Gaza. Chomsky, que tem se manifestado sobre seu apoio à causa palestina e ao que ele chama de “crimes” do Estado israelense, tem estado notavelmente ausente de manifestações e discussões sobre o assunto no último ano. Valeria Chomsky disse à Associated Press por e-mail que o professor do MIT está atualmente em um hospital de São Paulo, no Brasil, depois de sofrer um derrame em junho do ano passado. O casal viajou em uma ambulância a jato com duas enfermeiras quando ele estava bem o suficiente para deixar os Estados Unidos. A notícia foi publicada pelo britânico Independent com base em reportagem da Folha de S.Paulo.

Em junho de 2023, o linguista, ativista e crítico social norte-americano Noam Chomsky sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) de grandes proporções que o deixou em estado grave de saúde, com problemas para falar e se locomover, destaca o Página 12.

GOOGLE / ROUBO DE CELULARES

Google anunciou que escolheu o Brasil, onde cerca de dois celulares são roubados a cada minuto, para testar uma tecnologia que usa inteligência artificial para bloquear automaticamente smartphones Android em caso de roubo. “O feedback dos usuários brasileiros inspirou esses recursos antifurto (do Android) e o país será o primeiro a testá-los”, explicou Fabio Coelho, country manager do Google no Brasil, em artigo publicado na plataforma. A primeira versão estará disponível para os usuários brasileiros a partir de julho. A principal novidade é um sistema que “usa inteligência artificial para detectar” um movimento repentino que indica roubo e bloqueia automaticamente a tela, explicou o Google. (La Nación, com agência France Press)

O jornal argentino Página 12 também noticiou a ferramenta do Google e acrescentou que durante 2022, o Brasil registrou quase um milhão de roubos de celulares, de acordo com dados da ONG Fórum de Segurança Pública. Esse número equivale a um aumento de 16,6% em relação a 2021.

MEIO AMBIENTE

As carcaças queimadas de macacos, cobras e jacarés pontilham as extensões carbonizadas do outrora verdejante Pantanal brasileiro, a maior área úmida tropical do mundo. Ao cair da noite, uma torre de fumaça âmbar ilumina o céu. Não há descanso para o fogo ou para os animais que tentam fugir. “O fogo está em uma escala muito grande, não há tempo para eles escaparem”, disse Delcio Rodrigues, diretor do Instituto ClimaInfo. “Às vezes, eles não têm nem para onde fugir”. (Reuters)

Na imagem, o presidente Lula discursa durante a sessão de abertura do Fórum de Investimentos Prioridade 2024, do Instituto da Iniciativa de Investimentos Futuros (FII Institute), no Rio de Janeiro / Ricardo Stuckert / PR

Tagged: , , , ,