BAHIA: Governo presente cuida da gente

Programas – de 2 a 10 de maio

Programas – de 2 a 10 de maio

*”Não insulte a inteligência do povo americano tentando distrair-nos das políticas imorais e ilegais do seu governo extremista e racista. Não é anti-semita responsabilizá-lo pelas suas ações”, respondeu o senador Bernie Sanders a Benjamin Netanyahu depois da alegação do primeiro-ministro de Israel de uma invasão do anti-semitismo numa escala comparável à ascensão do nazismo na Alemanha nas universidades dos EUA.

*O senador de Vermont, de origem judia, acusou Netanyahu de “insultar a inteligência do povo americano” ao usar o anti-semitismo para desviar a atenção das políticas do seu governo na ofensiva militar em Gaza. “Não, sr. Netanyahu, não é ser anti-semita ou pró-Hamas apontar que, em pouco mais de seis meses, o seu governo extremista matou mais de 34 mil palestinos e feriu mais de 78 mil, 70% dos quais são mulheres e crianças”.

*Lembrar para não esquecer: o administrador do PNUD, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Achim Steiner,  declarou esta semana: “A reconstrução de casas na Faixa de Gaza pode se arrastar até quase o próximo século se o ritmo dos bombardeios israelenses continuar. Segundo a agência Reuters, quase sete meses de bombardeios israelenses causaram bilhões de dólares em danos. Muitos dos prédios altos de concreto da região estão reduzidos a ruínas. É uma “paisagem lunar de destruição”, diz Steiner. Gaza precisa de “aproximadamente 80 anos para restaurar todas as suas unidades habitacionais”.

* Em um cenário de guerra de nove meses, a pobreza deve aumentar de 38,8% da população de Gaza, no final de 2023, para 60,7%, arrastando grande parte da classe média para abaixo da linha da pobreza, segundo o relatório do PNUD.

*Sugestão de leitura: Clarice na Memória dos Outros, volume recém lançado e organizado por Nádia Battella Gotlib. São depoimentos de 65 colaboradores com o objetivo de construir o perfil da escritora, impressões de filho, primos, sobrinha-neta, concunhada, amigos, colegas e conhecidos, resultado do trabalho da professora da USP que durante quatro décadas pesquisou a obra de Clarice (Editora Autêntica).

*O excelente diretor Paul Schrader, depois de anos de silêncio, realizou o filme Jardim dos Desejos, que deve chegar aos cinemas brasileiros dia 6 de junho próximo. Schrader é um dos realizadores americanos que personificam a chamada “nova Hollywood” a partir dos clássicos Gigolô Americano, A Marca da Pantera e Mishima: Uma Vida em Quatro Tempos. A estreia no Brasil será pouco tempo depois de o cineasta mostrar, agora em maio, em Cannes, o seu mais recente trabalho, competindo pela Palma de Ouro. Título, Oh, Canadá. Com Richard Gere, o filme também deve estrear no Brasil em 2024. O filme é baseado no livro Foregone, de Russel Banks, amigo pessoal de Schrader, que faleceu em 2023. A história acompanha os últimos dias de vida do documentarista Leonard Fife (Gere), aclamado diretor americano que se muda para o Canadá durante a Guerra do Vietnã para evitar o serviço militar. O personagem está morrendo, mas antes quer entregar todos os segredos que guarda em uma última entrevista.

*Dirigido e protagonizado por Helena Ignez, o filme A Alegria é a Prova dos Nove estreia este mês nas telonas marcando os 85 anos de idade da atriz baiana. O filme já esteve em festivais de Munique e de Portugal, e recebeu o prêmio do júri no Festival Internacional Femina. Nele, Helena interpreta uma roqueira octogenária, e ao seu lado, Ney Matogrosso faz um defensor dos direitos humanos, seu amigo e amante de longa data.

*Foi apresentado nesta sexta-feira, 2 de maio, em sessão especial, o filme Nascer do Sol da Aurora, de Inna Sahakyan, a história real de um sobrevivente do genocídio armênio iniciado em 24 de abril de 1915 pelo império Turco-Otomano. No Institut Français Saint-Louis, no Largo Toniolo, em Roma, sessão organizada pela Embaixada da República da Armênia na Itália.

*No próximo dia 8, mais uma noite do lançamento de Por trás das Chamas Mortos e Desaparecidos Políticos – 60 anos do golpe de 1964. É um livro de intervenção. Autores: Nilmário Miranda, Carlos Tibúrcio e Pedro Tierra (Hamilton Pereira). Lançamento em Brasília, no Espaço Cultural do Liberty Mall, às 19h30. Uma leitura necessária (Editora Expressão Popular).

Veja Também:  Lula recebe presidente da Itália e vai a convenção Boulos-Marta; MST debate eleição na Venezuela; e investigação sobre Abin ouve Ramagem

*Consternação no universo literário internacional, o falecimento do escritor Paul Auster, no último dia 30. Ícone e um dos ídolos da geração dos anos 60/70, Auster nasceu em Nova Jersey, e sempre viveu e morou no Brooklyn, em Nova Iorque, onde morreu. Tornou esse bairro uma lenda, e cenário de um romance seu, The Brooklyn Follies, publicado em 2006. Sua obra sempre foi editada no Brasil pela Companhia das Letras, que anuncia para este ano o lançamento do 18º romance do escritor, Baumgartner, com tradução de Jorio Dauster. Segundo a Editora, “uma história sobre amor, memória e luto”. Os títulos Trilogia de Nova Iorque e 4321 estão no catálogo da Editora.

*Sobre a passagem de Marx ao comunismo, do filósofo pela Unicamp, Rafael Padial, é o título de livro no qual o autor examina o pensamento de Marx e o seu percurso ao entrar em contato com a classe operária, “o que contribui para se distanciar ainda mais de suas posições liberais, democráticas e aquelas do chamado socialismo verdadeiro“, como destaca a apresentação da Editora Alameda.

*Já As origens do fascismo – O fascismo italiano sob um olhar latino-americano, de José Carlos Mariátegui, é trabalho organizado pelo historiador Luiz Bernardo Pericás, autor de Che Guevara e a luta revolucionária na Bolívia e de Um andarilho das Américas. Na sua apresentação, “o revolucionário peruano mostra em seus artigos, reunidos neste livro, que o Estado italiano surgido do Risorgimento era politicamente fraco, conservador e burocratizado, e mantinha quase que inalteradas as relações e os compromissos entre a burguesia e os setores latifundiários. Nessa série de ensaios vê-se o fascismo crescer e se tornar a maior força política da Itália. Leitura para se entender uma das maiores ditaduras do nosso tempo” (Também da Editora Alameda).

*Veloz como o vento, do jornalista e escritor italiano Leonardo Guzzo, lembra os 30 anos da morte de Ayrton Senna. Narra sua vida e suas relações com amigos, parentes, seus amores, adversários e com as corridas (Maquinaria Sankto Editora).

*Inaugurada a exposição Eu, Ayrton Senna da Silva – 30 Anos no shopping Village Mall, no Rio de Janeiro. Aberta até o dia 23 de junho, essa mostra ‘imersiva’, high-tech, em 3D, e montada com Inteligência Artificial, promete “um show de tecnologia e nostalgia”.

*Já a cidade de São Paulo aguarda outra exposição ‘imersiva’: Harry Potter: The Exhibition. A partir de 23 deste mês, irá até 22 de agosto.

*Expectativa também para junho, em idioma espanhol, o lançamento da primeira edição sobre a vida revolucionária de Frantz Fanton, de autoria do crítico literário da London Review of Books Adam Shatz. La clínica rebelde é o seu título. Da Editora Debate.

*Sugestão de leitura sobre Frantz Fanon em português: Frantz Fanon: um retrato, de Alice Cherki, conta a história do psiquiatra nascido na Martinica, um autor fundamental para entendermos a psicodinâmica do colonialismo, da violência e do racismo, temas fundamentais do nosso tempo. A tradução é de Rainer Patriota e o prefácio é de Priscilla Santos. Da Editora Perspectiva.

*Em estantes destacadas de livrarias cariocas, o primeiro livro não acadêmico da professora de Berkley, Judith Butler, Quem tem medo do gênero? no qual ela analisa como o “gênero” se tornou central em discursos conservadores e reacionários. “Um fantasma com o objetivo de criar pânico moral e angariar apoio popular a projetos políticos fascistas, autoritários e excludentes”,ela observa. A pesquisa fala sobre o conservadorismo no Brasil, crescente nos últimos anos. Lembrando que em 2017 Butler foi violentamente hostilizada por manifestantes antigênero em um aeroporto paulista quando de sua visita ao Brasil (Editora Boitempo).

Tagged: , , , , , ,