BAHIA: Governo presente cuida da gente

Programas – de 15 a 22 de março de 2024

Programas – de 15 a 22 de março de 2024

*O programa é não esquecer o massacre da população palestina e as crianças de Gaza que continuam morrendo famintas. “Sem sombra de dúvida, o bloqueio à ajuda humanitária no contexto atual de fome e falta de insumos médicos em Gaza consiste em uma violação do direito internacional”, afirmou o chanceler brasileiro, na Comissão de Relações Exteriores do Senado, esta semana. E acrescentou: “O governo do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, continua dificultando sistematicamente a entrada de caminhões com ajuda humanitária nas fronteiras com Gaza”.

*Segundo o Ministro, “estima-se que mais de 15 mil toneladas de suprimentos de ajuda humanitária internacional aguardam aprovação do governo de Israel para entrar em Gaza, sendo mais da metade dessa carga de alimentos”.

*Dia 21, mesa redonda Pare o Genocídio do Povo palestino! Cessar Fogo Imediato e Definitivo organizada pela Frente de Luta pela Palestina/UnB e pelo Comitê de Solidariedade à Palestina do Distrito federal. Às 12h00 no auditório BSAN da Universidade de Brasília.

*A Editora Tabla lança a pré-venda do romance Biografia de umolho, de Ibrahim Nasrallah, baseado na história real da fotógrafa palestina Karima Abbud.Nos últimos anos, Karima Abbud surgiu como exemplo de uma mulher talentosa e bem sucedida profissionalmente que desafiou convenções de gênero. Personagem real, Karima foi a primeira mulher fotógrafa do mundo árabe. Nasceu em 1893, em família cristã de Belém, e morreu em 1940, oito anos antes da nakba (a ‘catástrofe’), quando mais de 750 mil palestinos foram expulsos de suas terras e de suas casas, outros milhares foram exterminados e mais de 500 vilarejos foram destruídos pelos sionistas.

*Sobre o personagem do livro de Nasrallah: Karima chegou a ter seis estúdios fotográficos na Palestina, cujas principais cidades, antes da ‘catástrofe’ eram centros culturais cosmopolitas, animados com diversos cinemas que exibiam filmes ocidentais e apresentavam a produção cinematográfica local. O movimento sionista contratava fotógrafos para retratar a Palestina como terra árida, “sem povo” e pronta para ser ocupada pelo “povo sem terra”. O trabalho de Karima foi o de retratar cidades palestinas movimentadas como Haifa, Nazaré e Belém. Suas fotos são documentos históricos valiosos para quem deseja uma documentação honesta.

*Em Biografia de um olho, o autor, Ibrahim Nasrallah, presta homenagem a Karima Abbud e ao seu trabalho, e entrega uma Palestina viva, populosa, com casas aprazíveis, plena de história e cultura. O livro está em pré-venda, com 30% de desconto até o dia 24/03, no site da Tabla (clique aqui).

*Como uma parte das atividades planejadas para o ano eleitoral, o Comitê em Defesa da Democracia e do Estado Democrático de Direito, através do site RED e em convênio com a UFRGS, promove um Curso Introdutório de Formação Política com foco no sistema político brasileiro. Trata-se de curso de extensão universitária, gratuito, ministrado por cientistas políticos de universidades brasileiras. Aulas via online, plataforma da UFRGS (clique aqui).

*No mês dos 60 anos do golpe que instaurou a ditadura civil-militar no Brasil, a Editora Nemo publica Chumbo, graphic novel escrita e ilustrada pelo franco-brasileiro Matthias Lehmann, comentando as grandes transformações políticas e sociais do Brasil, no período.

*O Avesso da Pele, livro premiado com o Jabuti de 2021, é reconhecido internacionalmente com direitos de publicação em mais de 10 países. O seu autor, Jeferson Tenório, carioca radicado em Porto Alegre e com contos traduzidos para o inglês e o espanhol, recebeu amplo apoio de professores, intelectuais e políticos após a recente tentativa de censura a esse seu trabalho sobre racismo. O Avesso da Pele aumentou as vendas em ‘apenas’ 1.400% após a absurda censura em dois estados sulistas.

Veja Também:  Lula recebe presidente da Itália e vai a convenção Boulos-Marta; MST debate eleição na Venezuela; e investigação sobre Abin ouve Ramagem

*Na próxima semana deve estar nas livrarias a autobiografia do Papa Francisco em um livro de entrevistas intitulado Vida, A Minha História Através da História do vaticanista Fabio Marchese Ragona (Editora Harpers Collins). Nela, Francisco confirma que só renunciará por motivos de saúde se sofrer impedimento físico grave. Deseja levar as suas reformas até o fim. Lançamento simultâneo também nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, França, Alemanha, México, Portugal, Espanha e Polônia.

*O livro de Michel Plon, Freud – Inibição, Sintoma e Angústia chegou às livrarias cariocas. Tradução de Clarisse Meireles, é parte da coleção Para Ler Freud, organizada por Nina Saroldi para a editora Civilização Brasileira.

*Também chegando às lojas, Em Agosto nos Vemos, (Editora Record) de Gabriel Garcia Márquez, o último livro escrito pelo Nobel de 2002. As primeiras versões foram em inglês e em espanhol. Tema: uma mulher sai de casa e pega a balsa, todos os meses de agosto, para visitar o túmulo da mãe. Livro editado pelos filhos de Garcia Márquez sobre quem escreveu Salman Rushdie: “Nenhum escritor desde Dickens foi tão lido e tão amado quanto Gabriel García Márquez”.

*Vem sendo comentada entre cinéfilos e críticos de filmes a premiação do Oscar e sua recorrente falta de diversidade nas indicações e premiações de estatuetas. Enquanto a indústria do cinema de modo geral avança, mesmo que lentamente, em direção à representação e inclusão de minorias, a premiação mais prestigiada do mundo do cinema continua não refletindo a diversidade do mundo atual nas suas preferências.

*Turnê de show com Maria Betânia e seu irmão Caetano Veloso, juntos (evento raríssimo): 3 e 4 de agosto: Rio de Janeiro (Rio Arena)/ 7 de setembro: Belo Horizonte (Estádio do Mineirão)/ 29 de setembro: Belém (Hangar)/ 12 de outubro: Porto Alegre (Arena do Grêmio)/ 9 de novembro: Brasília (Arena BRB)/ 23 de novembro: São Paulo (Allianz Parque) e 30 de novembro: Salvador (Itaipava Arena Fonte Nova). Ingressos à venda a partir desse mês de março.

*A 62ª Ocupação Itaú Cultural faz uma homenagem a Betânia, “intérprete que canta paixões, crenças e o amor à família e à terra natal, de Santo Amaro, Bahia, ao longo de seis décadas de carreira”, como assinala a curadoria de Bia Lessa e da equipe do Itaú Cultural. Fotos e vídeos fazem parte da exposição em cartaz até 9 de junho com entrada gratuita na sede do IC, Avenida Paulista, 149. A mostra também está on-line no site itaucultural.org.br/ocupacao.

*A mostra Perequeté: cinema queer nordestino chega com uma efervescente manifestação cinematográfica com Breno Baptista, Noá Bonoba, Leo Tabosa, Alexandre Figueirôa e R. B. Lima, além de um breve recorte de uma das mais renovadoras iniciativas do cenário cinematográfico pernambucano recente, o coletivo Surto & Deslumbramento. Até o próximo dia 31, no Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro. Nesse sábado, 17h00, Sessão Noá Bonoba: O mundo sem nós/Terra Ausente/Nebulosa/Travomantra/Lalabis, e ás 19h00, Surto e Deslumbramento: Vênus de Nyke/O Nascimento de Helena/Sonhos. Domingo,17/03, às 17h00, Sessão Breno Baptista: Monstro/Bando Sagrado/Panteras.

*Dezenas de filmes brasileiros disputam lugar no circuito exibidor e aguardam sua vez nas telonas. Esta semana conseguiram estrear Lilith, de Bruno Sáfadi, e Lupicínio Rodrigues – Confissões de um Sofredor, de Alfredo Manevy. As salas continuam tomadas pela brilhante safra do Oscar 2024 desse ano que acabou deixando muitos filmes brasileiros impossibilitados de encontrar salas para seus lançamentos, como registra a crítica Maria do Rosário Caetano.

Tagged: , , , , , , , , , , ,